Povos indígenas repudiam o ministro da Justiça anti-indígena

Política
Typography

Ormar Serraglio (PMDB) substitui Alexandre de Moraes, nomeado ministro do STF após ter sido indicado por Temer

 Do Ihu-Online

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) repudia a nomeação do ruralista Osmar Serraglio como Ministro da Justiça a qual caracteriza mais um golpe contra os direitos dos povos indígenas, uma manifestação explícita da vontade do governo ilegítimo de Michel Temer e de sua base aliada de consumar o processo de regressão e supressão dos direitos humanos fundamentais, direitos originários e permanentes desses povos consagrados pela Constituição Federal de 1988.

Leia mais:

Discurso machista de Temer repercute na imprensa internacional

MTST e governo se reúnem após 3 semanas de "Ocupa Paulista"

Mulheres sem-terra paralisam Vale por calote na Previdência

PUBLICIDADE

Confira a nota na íntegra:

Osmar Serraglio foi um dos mais atuantes da bancada ruralista e da turma de deputados declaradamente racistas da região sul do País, postuladores e ferrenhos defensores da PEC 215/00, contra a qual os povos indígenas se mobilizaram bravamente nos últimos 05 anos. Presidiu em 2016 a Comissão de Constituição e Justiça quando aconteceu a cassação do mandato de Eduardo Cunha, porém sempre foi membro da tropa de choque deste ex-parlamentar, defendeu abertamente o desembarque do PMDB do anterior governo e votou a favor da abertura do impeachment que culminou com o golpe parlamentar, midiático e empresarial que hoje arremete rotineiramente contra os direitos indígenas.

Escolhido como parte da demanda da bancada do PMDB, Serraglio é dos que querem a mudança nos procedimentos de demarcação das terras indígenas, a revisão das demarcações concluídas e a consolidação da tese do marco temporal, em suma, dos que defendem o fim da demarcação das terras indígenas. E ainda, dos que usam os pequenos agricultores para camuflar os interesses do agronegócio e incitar práticas de ódio, racismo e violência contra os povos indígenas nos territórios.

Sabendo que é reconhecido publicamente como um dos principais inimigos dos povos indígenas, Serraglio teve ainda o descaro de enviar convites para a sua posse a várias lideranças indígenas, afrontando mais uma vez especialmente aquelas que mais tem combativo o seu mandato e atuação.

Com um ministro da Justiça desse tipo, aos povos indígenas só resta continuar lutando inclusive à custa da própria vida na defesa de seus direitos constitucionais, principalmente territoriais.

Pelo direito de viver!

Artigos Relacionados

O que não vazou dos grampos de Machado: acórdão entre PSDB e PMDB O que não vazou dos grampos de Machado: acórdão entre PSDB e PMDB
LAVA JATO O senador Romero Jucá (PMDB-RR) admitiu encontro e apoio de nomes do PSDB para o "...
Licenciamento Licenciamento "flex" sai da pauta, mas ainda ameaça ambiente
BANCADA RURALISTA Projeto do deputado Mauro Pereira (PMDB-RS) acaba com o licenciamento ambiental e...
Petição com 1,3 milhão de assinaturas pela cassação de Cunha é entregue na Câmara Petição com 1,3 milhão de assinaturas pela cassação de Cunha é entregue na Câmara
ÉTICA Processo contra o deputado é "prova dos nove para democracia”, considera a Avaaz. (Foto:...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×
CORREIO CAROS AMIGOS
powered by moosend