Ex-torturador sofre derrota em ação contra jornalista na BA

Política
Typography

Artigo publicado em jornal de Salvador revelava tortura contra professor de história na ditadura

Da Redação

A Justiça de Salvador (BA) paralisou inquérito policial contra o jornalista Emiliano José, acionado pelo pastor da Igreja Batista Caminho das Árvores, Átila Brandão. Ex-oficial da Polícia Militar, Átila foi apontado como torturador do professor de história Renato Afonso no artigo "A premonição de Yaiá", publicado por Emiliano José no jornal A Tarde. O pastor move ação contra o jornalista no Juizado Especial Criminal e também registrou queixa-crime na 16ª Delegacia de Polícia, onde corria o inquérito, agora trancado na decisão da juíza Silvia Lúcia Bonifácio Andrade Carvalho, da 6ª Vara Criminal.

Constrangimento

A juíza acatou a tese dos advogados e entendeu que o jornalista estava sofrendo constrangimento ilegal devido aos dois procedimentos judiciais sobre o mesmo fato. Os advogados pediram liminarmente a suspensão do inquérito, o que foi aceito - "trancado" no jargão judicial.

PUBLICIDADE

Emiliano José apurou que durante a ditadura militar, o pastor Átila, então oficial da PM, torturou o professor de história, que estava preso no quartel da PM dos Dendezeiros, no bairro Bonfim, o que é narrado no artigo (leia o artigo aqui). Além de Emiliano José, Átila também acionou na Justiça o jornalista Oldack Miranda, que publicou as ocorrências no blog Bahia de Fato e nas redes sociais.

Censura Judicial

É a segunda derrota do bispo, que está processando o jornalista. Em junho, a desembargadora Telma Britto, do Tribunal de Justiça da Bahia, suspendeu a decisão da juíza Marielza Brandão - que condenou o jornalista a retirar de seu site o artigo em que nomeia o ex-oficial da PM, Átila Brandão, como torturador do professor Renato Afonso, em 1971. Ou seja, a desembargadora derrubou a censura judicial. O Agravo de Instrumento foi apresentado ao TJ pelos advogados Luiz Viana Queiróz (advogado e atual presidente da OAB/BA) e Jerônimo Mesquita.

* Com informações da assessoria de imprensa

Artigos Relacionados

Comissão da PUC homenageia professores e alunos que enfrentaram a ditadura Comissão da PUC homenageia professores e alunos que enfrentaram a ditadura
DITADURA NUNCA MAIS Comissão da Verdade da PUC homenageia professores e diploma simbolicamente...
Gilmar Mendes quer cassar registro do PT: só numa ditadura Gilmar Mendes quer cassar registro do PT: só numa ditadura
GOLPE EM MARCHA Se aprovada, a decisão significaria a proscrição do partido político...
Partidos e Instituto Herzog recorrem contra Bolsonaro Partidos e Instituto Herzog recorrem contra Bolsonaro
NA HORA DO VOTO Pedido é para que Procuradoria Geral da República apure responsabilidades criminal...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade