"Sim" vence referendo sobre presidencialismo na Turquia; oposição vai pedir recontagem

Internacional
Typography

"Sim" vence referendo sobre presidencialismo na Turquia; oposição vai pedir recontagem

Por Opera Mundi

Com 99,98% dos votos apurados, o “sim” à reforma constitucional, que troca o sistema de governo da Turquia de parlamentarista para presidencialista, venceu com um resultado apertado – 51,21% contra 48,79% - o referendo deste domingo (16/04). Os números provêm da agência oficial Anadolu.

O “sim” perdeu nas grandes cidades do país – Istambul, Izmir e a capital Ancara –, na região curda e nas áreas mediterrâneas, mas liderou no interior. A oposição, liderada pelo partido pró-curdos CHP, disse que vai pedir recontagem de ao menos 37% dos votos.

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

O partido afirma que os números da Junta Suprema Eleitoral ainda não mostram um resultado tão avançado - somente 60% das urnas teriam sido apuradas. Uma das maiores preocupações da oposição é o comunicado da Junta, que hoje permitiu considerar válidas na contagem cédulas não previamente seladas pela equipe da mesa eleitoral, o que abre a porta, segundo consideram, para manipulações.

"Dizem que são válidas as papeletas e envelopes sem selo oficial. Isso é ilegal. Isso quer dizer que podem ser trazidos votos de fora", disse à imprensa o vice-presidente do CHP, Bülent Tezcan.

O resultado oficial será divulgado nesta segunda-feira (17/04). Se confirmado o resultado, o presidente Recep Tayyip Erdogan terá obtido uma grande vitória, já que a reforma acaba com a figura do primeiro-ministro e diminui a atuação do Parlamento. Com o resultado, abre-se o caminho para que ele governe até 2029 ou 2034.

Para Erdogan, a reforma é fundamental para manter a estabilidade e o crescimento econômico da Turquia. A oposição argumenta que será o fim da democracia no país.

Artigos Relacionados

CIDH pede que governo argentino investigue paradeiro de ativista mapuche CIDH pede que governo argentino investigue paradeiro de ativista mapuche
ARGENTINA Santiago Maldonado, jovem de 28 anos, está desaparecido desde o início do mês e foi...
Imperialismo em nova fase não se limita à pilhagem, mas busca destruição dos estados nacionais Imperialismo em nova fase não se limita à pilhagem, mas busca destruição dos estados nacionais
GEOPOLÍTICA O "novo mapa" do Pentágono deixa Brasil, Argentina e Uruguai de fora, mas inclui...
Tensão na Península da Coreia eleva risco de confronto nuclear Tensão na Península da Coreia eleva risco de confronto nuclear
INTERNACIONAL Em entrevista à Caros Amigos, historiador Peter Kusnick avalia a situa...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×

×
CORREIO CAROS AMIGOS
powered by moosend