Presidente turco acusa EUA de financiar Daesh na Síria

Internacional
Typography

Presidente turco acusa EUA de financiar Daesh na Síria

Por Sputnik Brasil

"Estamos muito desiludidos com os EUA. Eles disseram que lutam contra o Daesh, mas o que estão fazendo? Deram muitos dólares aos terroristas […] Não queremos nos relacionar com eles quanto a Afrin. Estados Unidos sempre violaram os nossos acordos. Em Manbij e em Raqqa, por exemplo. Quando propomos trabalho conjunto, eles prometeram que nenhum membro das Unidades de Proteção Popular permaneceria na região, falaram, 'não se preocupem'. Não cumpriram suas palavras. Agora, EUA estão sendo governados por outras autoridades, mas tudo continua como antes", declarou Erdogan durante discurso em Ancara perante os chefes das filiais regionais do Partido da Justiça e Desenvolvimento.

PUBLICIDADE

Segundo ele, cidadãos turcos se perguntam o que os EUA estão fazendo na Síria.

"Estão a 12 quilômetros da Síria com 11 bases militares na região. Por que chegam à região? Lutamos não só contra o Daesh, mas também contra as PYD. Percebemos perfeitamente os cenários desenvolvidos pelos EUA que não correspondem às relações de aliados. Mesmo fazendo parte da OTAN, não significa dizer que não podemos mostrar seus erros [dos EUA]", acrescentou o presidente turco.

Ancara reconhece as Unidades de Proteção Popular como organização terrorista ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão, também proibido na Turquia.

Artigos Relacionados

A Rússia quer reabrir base militar em Cuba A Rússia quer reabrir base militar em Cuba
GEOPOLÍTICA A Rússia, através de seu comando de defesa , demonstrou o interesse em...
Coreia do Norte ameaça testar bomba nuclear de hidrogênio no oceano Pacífico Coreia do Norte ameaça testar bomba nuclear de hidrogênio no oceano Pacífico
ÁSIA Kim Jong-un chamou presidente norte-americano de "senil" e afirmou que republicano é "...
Conselheiro para Segurança Nacional da Casa Branca desmente Trump e nega Conselheiro para Segurança Nacional da Casa Branca desmente Trump e nega "opção militar" na Venezuela
GEOPOLÍTICA Declaração chega exatamente duas semanas depois de o mandatário ter dito que...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade