Chanceler alemã: Berlim não apoiará automaticamente EUA em caso de guerra com Pyongyang

Internacional
Typography

Chanceler alemã: Berlim não apoiará automaticamente EUA em caso de guerra com Pyongyang

Por Sputnik Brasil

Merkel disse ao jornal Handelsblatt que ela não vê qualquer possibilidade de resolver a crise norte-coreana via ações militares e as considera absolutamente erradas.

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

A chanceler alemã sublinhou que é preciso fazer mais para lidar com o impasse e apelou ao uso de meios diplomáticos.

A situação na península da Coreia se agravou depois de o presidente norte-americano, Donald Trump, ter ameaçado a Coreia do Norte com "fogo e fúria". Pyongyang disse, por sua vez, que o país está disposto a desenvolver um plano de ataque com mísseis contra as bases militares norte-americanas na ilha de Guam. Ao mesmo tempo, os EUA e a Coreia do Sul começaram manobras conjuntas.

Das manobras de 10 dias, que estão atualmente em curso, tomam parte 17,5 mil militares norte-americanos e cerca de 50 mil militares sul-coreanos.

Artigos Relacionados

Coreia do Norte ameaça testar bomba nuclear de hidrogênio no oceano Pacífico Coreia do Norte ameaça testar bomba nuclear de hidrogênio no oceano Pacífico
ÁSIA Kim Jong-un chamou presidente norte-americano de "senil" e afirmou que republicano é "...
Maioria dos americanos não confia em Trump para lidar com Coreia do Norte, aponta pesquisa Maioria dos americanos não confia em Trump para lidar com Coreia do Norte, aponta pesquisa
EUA Segundo levantamento realizado pelo instituto Ipsos, 51% dos norte-americanos questionam...
Embaixadora dos EUA na ONU diz que diplomacia se esgotou com Pyongyang Embaixadora dos EUA na ONU diz que diplomacia se esgotou com Pyongyang
TENSÃO "Esgotamos quase todas as coisas que podemos fazer", disse Nikki Haley; Conselho de...

Leia mais
×

×
CORREIO CAROS AMIGOS
powered by moosend