Edição Especial - Caminhos da Esquerda

Edições Temáticas
Typography

 

Resistir

 

imagempost

Não existem fórmulas pré-estabelecidas e certeiras que permitam ao conjunto da esquerda, no Brasil e no mundo, encontrarem alternativas ao retrocesso que vem a galope, seja por meio de vias eleitorais ou pelos chamados “suaves golpes” em democracias constituídas. Tempos estranhos e incomuns vivemos, é sabido. Em uma pós-democracia, termo que vem sendo utilizado pelo jurista Rubens Casara, a fragilidade do Estado de direito, expressa por meio de ações arbitrárias do Judiciário e forças policiais, as manifestações de intolerância e ódio infundados são mais frequentes, inclusive explorados pela grande mídia conservadora.

Após treze anos de governos petistas no Executivo, análises diversas discorrem sobre erros e acertos, e com elas, muitas dúvidas. Em reportagem, este especial de Caros Amigos traz um resgate histórico da trajetória do Partido dos Trabalhadores, fundado em 10 de fevereiro de 1980 — como algo novo e que rompia com os preceitos pós-1917 — e a crise enfrentada por ele, agora, pós-golpe e em um momento de descrédito das instituições políticas e formas de organização tradicionais da esquerda.

No mundo, com a vitória de Donald Trump nos EUA, uma possível eleição de Marine Le Pen, na França e uma guinada à direita em outros países da Europa, o clima não é muito diferente. Uma onda conservadora avança com traços fascistas, que colocam em xeque direitos e liberdades. O entrevistado desta edição, o historiador Lincoln Secco, vê traços de neofascismo nesta conjuntura, com a mimetização de discursos e técnicas tradicionalmente da esquerda e que conseguem confundir o pensamento da população, especialmente da classe média, que segundo ele, não foi “educada para conviver civilizadamente com as outras pessoas”.

Como ele mesmo lembra, o partido de Hitler se apropriou da palavra socialismo. Um balanço dos governos progressistas da América do Sul e seus últimos desdobramentos são tratados em artigo, além de outras reportagens que abordam o comportamento da população da periferia nas eleições municipais; as novas forças que surgem nos chamados novíssimos movimentos; análise do projeto do PT; e possíveis saídas. Até lá, resistimos.

Boa leitura!

Sumário

REPORTAGENS

Gênese

PUBLICIDADE

4 De volta à oposição – por Amauri Gonzo

Futuro

9 Sem mediadores – por Pedro Rafael Vilela

Periferia

12 Espaços vazios – por José Eduardo Bernardes

Internacional

16 A onda – por Rafael Mendonça

ENTREVISTA

22 Lincoln Secco: Democracia racionada – por Aray Nabuco, Lúcia Rodrigues e Nina Fideles.

ARTIGOS

19 Igor Fuser: A esquerda sul-americana e seus demônios
28 Valério Arcary: Dez hipóteses para o fim de um ciclo
30 Paulo Teixeira: Papel do PT no futuro da esquerda

 

Artigos Relacionados

Edição Especial - Revolução Russa (1917 - 2017) Edição Especial - Revolução Russa (1917 - 2017)
ESPECIAL Está nas bancas especial sobre o centenário da Revolução Russa de Caros Amigos ...
Cinco décadas sem Che Guevara Cinco décadas sem Che Guevara
CHE VIVE Caros Amigos faz uma homenagem a vida e obra de Che Guevara nos parece um tema ...
Edição Especial - Tecnomundo Edição Especial - Tecnomundo
NAS BANCAS Está nas bancas o Especial Tecnomundo (Foto: Caros Amigos)     Maravilhas...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade