Edição 245 - Editorial e Sumário

Edição Atual
Typography

 

Está tudo dominado

CA245

A afirmação de que é importante e faz bem para o fortalecimento da democracia o rodízio de partidos no governo não serve para o PSDB em São Paulo, onde governam desde o fim dos anos 1990. Representantes da classe média branca e conservadora — a serviço e também manipulada pela burguesia —, e do pior em política, o tucanato soube como ninguém manipular os poderes e autoridades em benefício próprio e cujo resultado é o “estrondoso” silêncio da mídia dos ricaços de direita sobre qualquer caso de corrupção e a complacência de promotores, juízes e deputados da base na Assembleia Legislativa. Quem tem a chave do cofre, manda, e de barganha em barganha, lá se vão vinte anos de um governo que deixou o Estado “terra arrasada”, como mostra a reportagem de capa desta edição de Caros Amigos, que faz um retrato da situação de abandono e desmonte na saúde, transporte, sistema carcerário e educação, e busca explicar os meandros e o que sustenta esse feudo, que distribui porrada e milhares de bombas “por dia”, como mostra a reportagem, sobre professores, estudantes, bancários, sem-teto...

O ex-procurador Marcio Sotelo Felippe, ao abordar em entrevista o contexto atual e as ilegalidades do golpe, aponta uma aliança de elementos fascistas e que a tudo pode e atropela, incluindo a Constituição, no que chama de “ditadura de novo tipo”, com as instituições esvaziadas, exceto para atacar e perseguir inimigos políticos. E, em uma segunda entrevista, o historiador Fernando Teixeira completa o quadro com estudos e análises sobre a Justiça do Trabalho, novamente atacada pela burguesia golpista.

Caros Amigos também debate a seletividade do Judiciário a partir do caso do catador Rafael Braga, condenado por ser pobre e negro. Uma situação de racismo, que está também na reportagem com a rapper Preta Rara, que ao narrar sua experiência como doméstica acabou por levantar o véu do racismo na vida privada da classe média.

A edição traz ainda reportagem sobre a situação delicada da Venezuela, sob ataque da direita local e internacional, e artigo de Epitácio Macário sobre o ataque neoliberal às universidades e centros de pesquisa, o que fez surgir o Movimento pela Ciência e Tecnologia Pública (MCTP). Tem ainda as seções e colunas dos colaboradores, como a seção Ensaio, que reúne fotos das greves e piquetes do fim dos anos 1970 e inícios dos 80; e perfil do escritor Jorge Amado.

NAS BANCAS ou na loja virtual

Boa leitura!

REPORTAGENS

Venezuela

10 Por soberania — Por Leonardo Fernandes

Controle social

19 Prisões racistas — Por Lena Azevedo

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

Tucanato

24 Está tudo dominado — Por Lilian Primi

Casa-grande

40 A senzala no quartinho de empregada — Por Lu Sudré

ENTREVISTAS

13 Marcio Sotelo Felippe: “É uma ditadura de novo tipo”
— Por Aray Nabuco, Lilian Primi e Nina Fideles

30 Fernando Teixeira da Silva: Sombras do golpe — Por Aray Nabuco

ARTIGOS E COLUNAS

06 Mc Leonardo — Uma noite (de rap) no Rio
08 Gilberto Felisberto Vasconcellos — Bautista Vidal, Gleisi Hoffmann e
Roberto Requião
09 José Arbex Jr. — Venezuela enfrenta um desastre anunciado
29 João Pedro Stedile — Em defesa da soberania nacional
29 Frei Betto — Sedução do poder
34 Ciência: Cortes no setor de C&T — Por Epitácio Macário
43 Gershon Knispel — Vão ver Dunkirk

SEÇÕES

06 Falar Brasileiro — Por Marcos Bagno — Uma escola que produz
analfabetos
07 Tudo Tanto — Por Alexandre Matias — Um longo caminho
12 Pátria Grande — Por H. Raphael de Carvalho —
Horta Barbosa: Petrobras e unidade continental
36 Ensaio fotográfico — Greves
38 Perfil de Jorge Amado: Um amado comunista — Por João Batista Cesar
44 Boteco Bolivariano — Por Cynara Menezes — Anti-Cidadão Kane
45 Livros

CHARGES

04 Guto Lacaz
18 Luiz Gê
46 Claudius

Leia mais
×

×
CORREIO CAROS AMIGOS
powered by moosend