Edição 244 - Editorial e Sumário

Edição Atual
Typography

 

Patas de gato

CAPA244

São milhões e milhões de cidadãos reféns de interesses de um grupo social específico, o do poder econômico e seus associados. Atropelando a democracia desde o golpe contra Dilma Rousseff, tentam impor goela abaixo dos brasileiros as reformas da Previdência e trabalhista, dois arrasos em direitos do tipo contrato leonino: tudo para os empresários, nada para os trabalhadores. E, desta vez, sem a mediação do Estado como balança para o equilíbrio das forças, tomado que foi pelos golpistas e sua sanha neoliberalizante. A reportagem de capa desta edição de Caros Amigos dá nome aos bois, aponta os principais artífices das reformas e os lastros que têm com empresas ou mesmo como grandes empresários em mais um caso  de lobos tomando conta das ovelhas.

Uma parte dos atropelos que têm ocorrido no Legislativo pode ser vista na entrevista com a senadora Gleisi Hoffmann, que acaba de assumir a presidência nacional do PT, a primeira mulher em mais de trinta anos, além de ser uma das vozes mais ativas na oposição ao governo Temer. As dificuldades do bloco de esquerda no Congresso e eleições 2018 estão entre os assuntos abordados na entrevista. Para ela, não há como pensar em alternativas a Lula na candidatura de 2018: “Lula é nosso plano A, B e C”, diz a senadora.

A pressão dos modelos neoliberais sobre governos, aliás, é vista no mundo todo e tem, de fato, colocado a democracia em risco, como avaliam especialistas em outra reportagem desta edição. A “corporocracia” não quer limites para o capital e o lucro, o que significa atacar direitos, rever leis  e ameaçar governos legitimamente eleitos.

A edição tem ainda artigo do sertanista Marcelo dos Santos, qua atuou com comunidades indígenas isoladas, e que aponta os estragos da aliança tucano-peemedebista na política indigenista e o desmonte da Funai, que já sofria de ingerências políticas desde o governo Dilma; reportagem sobre as mudanças políticas na Espanha do Podemos e entrevista com o dançarino Ismael Ivo, que mesmo no topo da dança mundial, mostra que jamais esqueceu as dificuldades de um negro e pobre da periferia paulistana. E ainda as colunas e artigos dos colaboradores e as seções, como a do ensaio fotográfico que nesta edição presta homenagem à primeira vila operária do Brasil, a Maria Zélia, que comemora cem anos neste 2017.

Boa leitura!

REPORTAGENS

Mudanças

10 Cidades sem medo — Vitor Taveira

Capa

26 As cartas marcadas das reformas — Igor Felippe, Maria Mello e Silvia Alvarez

Corporocracia

32 A democracia por um fio — Marcelo Hailer

ENTREVISTAS

17 Gleisi Hoffmann: “Lula é nosso plano A, B e C” — Por Aray Nabuco 39

Ismael Ivo: “Foram me chamar…” — Por Aray Nabuco e Nina Fideles

ARTIGOS E DEBATES

06 Mc Leonardo — Um prefeito contra a cultura

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

08 Gilberto Felisberto Vasconcellos — Trabalho, aposentadoria da morte

09 José Arbex Jr. — Islamofobia cresce com a benção de Trump

14 Indigenismo: Um novo modelo de ditadura — Por Marcelo dos Santos

31 João Pedro Stedile — Um governo vende-pátria

31 Frei Betto — Rombo da Previdência ignora sonegadores

43 Gershon Knispel — Tu Também, Amos Oz?

SEÇÕES

06 Falar Brasileiro — Por Marcos Bagno — Um clássico renovado

07 Tudo Tanto — Por Alexandre Matias — Crescer pra quê?

16 Pátria Grande — Por Néstor Gorojovsky — As eleições britânicas e o futuro do neoliberalismo

24 Ensaio fotográfico — Por Sampagrafia — Alma - Vila Maria Zélia

36 Perfil de Luiza Mahin: A guerreira entre fatos e mitos — Por João Batista Cesar

44 Boteco Bolivariano — Por Cynara Menezes — Verdades inconvenientes

45 Livros

CHARGES

04 Guto Lacaz

22 Luiz Gê

46 Claudius

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×

×
CORREIO CAROS AMIGOS
powered by moosend