O que nos impede de nos unir?

Max Maciel
Typography

 

O que nos impede de nos unir?!

Por Max Maciel

Salve Periferias.

Salve manos, manas, monas e minas.

É, parece que não tem mais jeito. Ganhamos um pouco de espaço, um pouco de voz, mas os capitães do mato recalçaram as botas e voltaram a nos caçar.

Eles já fizeram as contas, e sabem que mesmo com informação, mesmo capacitados, se não tivermos espaço morremos de inanição.

Eles querem nos transformar na geração que não vai se aposentar, a geração que, se não morreu na infância, morreu na adolescência e juventude. E é de trabalho em bicos que teremos de seguir até morrer.

Leia mais:

A pixação é o que mesmo?!

Nosso cárcere privado de todo dia

Na periferia, o Estado é de Exceção!

Eles querem retirar nossos direitos nos convencendo que, será muito melhor ter uma Previdência privada. Nós ganhamos no máximo um salário e meio, e a previdência privada será a última coisa que vamos pensar.

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

Eles querem te convencer que, com a terceirização, você estará mais livre, ganhando dinheiro e com mais oferta. Querem lhe conceder que teremos energia e disposição para viver depois dos 73 anos e curtir nossa (possível) aposentadoria.

Tá achando exagero?! Faz as contas: se você, que vai fazer 18 anos agora, entra na faculdade, sai com 23 anos e (dando tudo certo) trabalha. Segundo a medida deles, 49 anos trabalhando. Soma aí quando vai se aposentar.

"Eles querem te convencer que o primeiro emprego e a capacitação técnica são as soluções, mas as universidades e o Ciência Sem Fronteiras ficarão à disposição dos filhos deles. É, irmãos e irmãs, não está nada bem. Olhando para nossas quebradas, já somos cidades dormitórios, sem acesso ao conjunto da cidade, sem gozar do que, no imaginário, seria uma qualidade de vida "

Eles querem te convencer que o primeiro emprego e a capacitação técnica são as soluções, mas as universidades e o Ciência Sem Fronteiras ficarão à disposição dos filhos deles.

É, irmãos e irmãs, não está nada bem. Olhando para nossas quebradas, já somos cidades dormitórios, sem acesso ao conjunto da cidade, sem gozar do que, no imaginário, seria uma qualidade de vida. 

Mas, será que estamos tão cansados que já sem forças para reagir?! Será que realmente eles nos convenceram mesmo que isso é bom? 

O que impede de nós unir e lutar contra tudo isso?
O que nos impede de entender que este Congresso é dos patrões? O que nos impede de entender que este Congresso votará contra os trabalhadores?

Eles não vão taxar as grandes fortunas, muito menos cobrar os devedores e sonegadores. O que eles vão fazer é mandar liquidar as dívidas, para que possam equilibrar as contas,  mas com um grande detalhe: a conta será paga pelo trabalhador.

É hora de voltar a ocupar as escolas e as universidades. É hora de ocupar as ruas, de conversar com os vizinhos, amigos e, na disposição dizer um basta a tudo isso.

Sim, sei que não dá para acreditar na institucionalidade dos partidos ou nos sindicatos, mas não podemos assistir nosso fim, velando nosso próprio corpo.

É hora de nos unir... 


 

 Max Maciel, jovem periférico nascido e criado em Ceilândia, maior periferia do Distrito Federal, é ativista social, pedagogo de formação e especialista em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça pela Universidade de Brasília (UnB).

Artigos Relacionados

O que aconteceu com a gente?! O que aconteceu com a gente?!
COLUNA "Fico dias e horas tentando criar uma misancene para que a juventude não caia ainda...
Quem quer proibir o funk não sabe dar sarrada... Quem quer proibir o funk não sabe dar sarrada...
CRIMINALIZAÇÃO "O funk é uma expressão legítima da juventude periférica. Dar voz, poder e...
Sem nome, muito menos sobrenome Sem nome, muito menos sobrenome
DIREITOS Max Maciel, colunista de Caros Amigos, escreve sobre a situação das mulheres no sistema...

Leia mais
×

×
CORREIO CAROS AMIGOS
powered by moosend