STF tira de Moro fatia da Lava Jato que tenta envolver Lula

Caça a Lula
Typography

A decisão do ministro Teori Zavascki não anula a suspensão de Lula como ministro, determinada por Gilmar Mendes.

Rede Brasil Atual

As investigações da Operação Lava Jato que tentam envolver o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva devem ser remetidas ao Supremo Tribunal Federal. A determinação foi expedida na noite desta terça-feira (22) pelo ministro Teori Zavascki. Ele é o relator da Corte Suprema dos casos da Lava Jato que requeiram a apreciação em no foro maior do Judiciário.

A decisão de Teori não anula a suspensão de Lula como ministro, determinada por Gilmar Mendes na última sexta (18). Mas reverte a manobra de Mendes, que devolveu para Moro as investigações sobre o ex-presidente. Será o plenário do STF que deverá decidir, na próxima semana, se o ex-presidente poderá ou não dirigir a pasta da Casa Civil.

Leia mais:

Manifestantes fazem ato em defesa da democracia e contra a Globo nesta quinta, 24

PUBLICIDADE

'Os que pedem minha renúncia só asseguram a fragilidade dos seus argumentos'

Dino: ‘Ontem, Forças Armadas. Hoje, a toga supostamente imparcial e democrática’

Zavascki decretou novamente o sigilo sobre as gravações telefônicas de Lula, interceptadas na operação. Deu ainda prazo de dez dias a Moro para prestar informações ao STF sobre a retirada do segredo de justiça e vazamento dos áudios entre Lula e outras pessoas, incluindo os advogados do ex-presidente e a presidenta Dilma Rousseff.

A determinação de Teori Zavascki foi proferida depois de o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, requerer uma manifestação dele sobre o pedido da defesa do ex-presidente, que questiona a relatoria do ministro Gilmar Mendes nas ações que envolvem a posse de Lula no cargo de ministro da Casa Civil.

Caberá a Lewandowski decidir se Gilmar Mendes pode continuar relatando ações que contestam a nomeação do ex-presidente. Para os advogados de Lula, Zavascki, relator das duas primeiras ações que chegaram ao Supremo, deveria relatar todos os processos sobre o assunto. Segundo a defesa, Gilmar Mendes assumiu relatoria de ações que deveriam ser distribuídas a Zavascki.

Artigos Relacionados

Cai liminar do DF que impedia posse de Lula; AGU chama juiz de Cai liminar do DF que impedia posse de Lula; AGU chama juiz de "engajado" contra Dilma
LIMINAR CASSADA Decisão de desembargador atende à alegação da AGU de "ausência de...
Moro impõe sigilo à lista de políticos que receberam dinheiro da Odebrecht Moro impõe sigilo à lista de políticos que receberam dinheiro da Odebrecht
INTERESSES A lista cita políticos da oposição e do governo que receberam repasses da empreiteira...
Gilmar Mendes suspende posse e processo volta para Moro Gilmar Mendes suspende posse e processo volta para Moro
INSTÂNCIAS Na mesma decisão, Mendes decidiu que os processos que envolvem Lula na Operação Lava...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade