Islândia já prendeu 26 banqueiros e financistas por crise de 2008

Economia
Typography

 

Da Redação
Com informações da Iceland Magazine

Dois tribunais da Islândia anunciaram a condenação a penas de prisão de mais cinco altos dirigentes de bancos do país, considerados culpados pela crise financeira de 2008. Com essas novas condenações, o número de banqueiros e financistas chega a 26 sentenciados, cujas penas somam 74 anos de prisão. Os processos ainda não acabaram e novas condenação são esperadas, tanto de banqueiros e financistas, como de investidores (especuladores).

Nesta última condenação, foram três altos dirigentes do banco nacional islandês, o Landsbankinn, e dois administradores do banco Kaupping, todos por crimes financeiros cometidos às vésperas do colapso econômico de 2008.

Do banco nacional da Islândia foram condenados o ex-CEO Sigurjón Árnason (3 anos e meio de prisão) e o ex-director do departamento de empréstimos corporativos, Elín Sigfúsdóttir (1 ano e meio de prisão), além de outros réus, condenados a penas menores.

Leia mais:

Islândia: do ardor revolucionário à descrença

O capitalismo e suas origens

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

As maiores penas ficaram com ex-diretores do Kaupping, entre eles o ex-CEO Hreioar Már Sigurosson, e do ex-CEO do Kaupþing Luxembourg, Magnús Guomundsson, condenados a 6 anos de prisão cada por manipulação extensiva do mercado, peculato e violação dos deveres fiduciários - é a pena máxima para este tipo de crime naquele país, embora possa ser maior quando o crime é continuado, o que é o caso de Sigurdsson e Guomundsson. Deste banco ainda foram condenados Sigurour Einarsson (5 anos de prisão); o ex-CEO da divisão interna do banco, Ingólfur Helgason (4 anos e meio de prisão) e o director da divisão de empréstimos, Bjarki Diego (2 anos de prisão).

Além dos ex-diretores do Kaupþing, a Justiça condenou dois de seus maiores investidores, Ólafur Ólafsson, chamado de “um dos mais poderosos ‘vikings corporativos’ dos anos pré-2008”, e Skúli Þorvaldsson, com penas de prisão de 4,5 anos e seis meses, respectivamente.

Em 2012, já tinha sido condenado a 2 anos de prisão o ex-secretário do Ministro das Finanças da Islândia, Baldur Guolaugsson, por abuso de informação.

Exemplo

Afundada na crise de 2008 provocada por especuladores e banqueiros, a Islândia negou-se a fazer ajustes fiscais e retirar direitos de trabalhadores. Ao contrário, estatizou os bancos, expandiu a rede de proteção social, investigou e passou a processar banqueiros e especuladores.

Enquanto toda a Europa está afundada em crise, a Islândia se recuperou e tem tido crescimento positivo desde 2010. O desemprego na Islândia, que chegou a atingir quase 10% da população, baixou para 4,8%.

Sobre isso, o Nobel de economia, Paul Krugman escreveu: “Enquanto os demais resgataram banqueiros e fizeram o povo pagar o preço, a Islândia deixou que os bancos quebrassem e expandiu sua rede de proteção social. Enquanto os demais ficaram obcecados em aplacar a ânsia dos investidores internacionais a Islândia impôs controles temporários aos movimentos de capitais para abrir um espaço de manobra. A Islândia deve sua recuperação a sua moeda nacional, a Coroa, esta recuperação econômica demonstra as vantagens de estar fora do euro”.

Artigos Relacionados

Para economista, governo quer convencer população de que Para economista, governo quer convencer população de que "é bom perder direitos"
CRISE ECONÔMICA Ao dizer que recessão terminou, ministro da Fazenda usa estratégia midiá...
Como e por que Levy e Meirelles quebraram o Brasil Como e por que Levy e Meirelles quebraram o Brasil
RECESSÃO Na ausência de terremotos, tsunamis ou bombardeios da Otan, a crise é o desastre "...
Temer leva País a fundo do poço e mídia é cúmplice, dizem economistas Temer leva País a fundo do poço e mídia é cúmplice, dizem economistas
SEM PERSPECTIVA Em debate no Centro Barão de Itararé, Laura Carvalho, Eduardo Fagnani e...

Leia mais

Correio Caros Amigos

 
powered by moosend
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×
×
CORREIO CAROS AMIGOS
 
powered by moosend