Crise abre espaço para "salvador da pátria", alerta cientista político da Unicamp

Cotidiano
Typography

 

Segundo Moraes, a depender de quem controla a interpretação dos fatos – a mídia tradicional – pode se criar a percepção de desmonte geral

Da Rede Brasil Atual

Para o cientista político Reginaldo Moraes, professor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Lista de Fachin não traz "novidades", mas a sensação de crise de legitimidade, com o "desmonte geral" das instituições pode abrir espaço para soluções "heroicas". 

"Até Poliana moça deveria saber que campanhas eleitorais recebem dinheiro –declarado ou não – de empreiteiras, fornecedoras de governos locais, estaduais, federal. Empreiteiras azeitam dirigentes de governo desde a ditadura", destaca o professor, que diz que "agora é oficial". 

Leia mais:

França: Mélenchon, candidato de esquerda, cresce e empata com direitista para presidência

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

"Essa imprensa sabia de tudo e agora fica nessa demagogia", diz Emílio Odebrecht

Konder Comparato: "Não está fora de cogitação um novo golpe"

Ele, e mais outros quatro professores da Unicamp, em entrevista ao jornal da universidade, avaliam as consequências da divulgação da chamada Lista de Fachin – que traz dezenas de políticos, entre ministros, senadores, deputados e governadores, que agora são investigados a partir das delações de executivos da Odebrecht – para o atual cenário político, agora em xeque. 

Segundo Moraes, a depender de quem controla a interpretação dos fatos – a mídia tradicional – pode se criar a percepção desmonte geral. "Ou seja, de erosão das principais lideranças políticas e, também, de deslegitimação do conjunto das instituições representativas – executivos, legislativos."

Para o cientista político, tal cenário de "nada se sustenta" não pode durar muito tempo, sob risco do aparecimento de um "salvador da pátria", de fora do sistema político, e contrário a ele. "O desmonte do País abre espaço para soluções ‘heroicas’. Já existe quem as proponha. A cadeia de info-entretenimento fomentará esse 'apelo' ao salvador da pátria?"

Ele também questiona a ausência de figuras do Judiciário nas denúncias de corrupção.

Artigos Relacionados

Caetano, Mano Brown, Criolo e outros artistas se apresentam em ato no Rio por diretas Caetano, Mano Brown, Criolo e outros artistas se apresentam em ato no Rio por diretas
COPACABANA Grandes nomes da música brasileira marcam presença neste domingo (28), na praia de...
Doria ignora decisão da Justiça e prossegue Doria ignora decisão da Justiça e prossegue "caçada humana" na Cracolândia
BARBÁRIE  Em audiência pública na Câmara, Ministério Público e Defensoria anunciam medida...
Pará: Advogado critica ação da Justiça em reintegração de posse que deixou 10 mortos Pará: Advogado critica ação da Justiça em reintegração de posse que deixou 10 mortos
TRUCULÊNCIA 9 homens e uma mulher foram assassinados na manhã desta quarta-feira (24) no...

Leia mais

Correio Caros Amigos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×